Seguidores

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Nossa "escadinha" ficará faltando um degrau!

0 comentários
Até logo, não adeus…

Em momentos nas nossas vidas, somos pegos de surpresa e as palavras humanas são incapazes de consolar o nosso coração. 

É muito difícil e doloroso nos despedirmos e sepultarmos as pessoas que amamos e que fizeram parte da nossa história, principalmente quando somos pegos de surpresa, como no caso do nosso irmão, Osny Celestino da Silva. 

Somente a fé e a esperança poderão nos ajudar neste período de dor. Ainda que, momentaneamente, nos separemos do nosso irmão, temos a convicção de reencontrá-lo na eternidade. 

Neste tempo de despedida, o melhor a dizer um “até breve” e não “adeus”. A vida dele prosseguirá em outras paragens, não mais na que nós nos encontramos e o dia do reencontro chegará. 

Nossa esperança é de vivermos a eternidade juntos e na presença de Deus. 

Vá adiante irmão, aqui ficaremos bem e, quando Deus assim quiser, nós nos veremos..."