Seguidores

terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Folia, Carnaval e Ressaca



Três palavrinhas bem apropriadas para o dia de hoje:

Folia: veio do francês (folie), palavra que significava loucura, alucinação e falta de bom senso para diferenciar o certo do errado.

Carnaval: veio do latim e tinha um significado religioso. A nossa palavra "carnaval" é o encurtamento de uma expressão que significava "adeus à carne", porque, a partir do dia seguinte, começaria um período de jejum que incluía não comer carne.

Ressaca: é uma palavra espanhola que foi incorporada pelo português. O movimento das ondas na praia, num lindo e vindo infinito, como dizia Lulu Santos, os espanhóis chamavam de saca e resaca. Saca, quando ia e ressaca, quando voltava. O mesmo movimento constante e incessante deu origem ao chamado “estômago embrulhado”: Aquele vai e vem que parece não ter fim, até que, finalmente, o organismo consiga absorver ou expelir os excessos pantagruélicos e alcoólicos da folia.

Pequeno dicionário do mundo corporativo: folia, carnaval e ressaca
CBN - A rádio que toca notícia - Max Gehringer- 16/02/2010


O Jornal Correio da Serra, na edição de 06/02/2010, publicou um editorial que tratou da ausência do carnaval de escolas de samba este ano em Barbacena e citou: O carnavalesco Léo Barroso, um dos mais atuantes da região da Zona da Mata, diz que a maioria dos portões das Escolas de Samba ficam fechados o ano inteiro. “ Em algumas cidades, eles abrem somente no período do carnaval. Um fato lamentável. Observo que se fosse ao contrário, poderíamos ter boas respostas sociais, eliminando a ociosidade entre adolescentes e jovens que vivem nas comunidades”.

Léo Barroso enviou o e-mail abaixo para o jornal:

"Parabéns pelo editorial e pela reportagem sobre a ausência do carnaval em Barbacena. Realmente é um fato a se lamentar.

Na cidade de Santos Dumont, o atual prefeito Evandro Nery resgatou os desfiles das escolas de samba que não ocorriam há 11 anos. A prefeitura local já realizou 5 desfiles oficiais e, este ano, o desfile consolidou-se e foi considerado o melhor de todos. Foram observados a criação de empregos temporários, a diminuição de violência e a ocupação de 100% das vagas nos hotéis da cidade, fato registrado pela primeira vez em muitos anos para o período do carnaval.

É tolice o poder público, em cidades com potencial de carnaval, desprezar o apoio às festas carnavalescas. O emprego temporário, tão badalado no natal, também está presente neste período. Filhos ausentes e suas famílias visitam seus parentes.

Sem os desfiles oficias, as ruas são tomadas por uma festa sem organização, a violência aumenta. Perde o turismo local uma chance de melhorar seu desempenho.

Uma escola de samba incentivada transforma-se numa Organização Não Governamental atuante nas comunidades carentes. Além de cuidar das coisas do carnaval como, desenvolvimento de enredos, cursos de modelagens, esculturas, festas, etc. , pode desenvolver atividades em paralelo com a prefeitura e realizar campanhas diversas, tais como: vacinação, aplicação de flúor, acompanhamento médico, isso em convênio com faculdades de medicina da região. Pode funcionar também como sessão eleitoral, espaço para reuniões da comunidade, salão de festas, etc. Ou seja, perde o poder público a ajuda de um parceiro forte, integrado à comunidade e que fala a língua do povo do lugar, podendo ser o seu principal interlocutor.

O poder público distante do carnaval também não cumpre uma de suas funções institucionais que é levar cultura e lazer às comunidades e perde a oportunidade de realizar políticas públicas de áreas de seu próprio interesse.

É preciso que o poder público entenda que é seu dever fazer crescer as agremiações carnavalescas para interesse do próprio município. Tratar o carnaval com uma visão preconceituosa e antiga é desprezar oportunidades."

Depois do carnaval, Léo Barroso tentará organizar uma reunião com as agremiações e o prefeito para tratar de assuntos de interesses coletivos.

Os nossos parabéns ao Prefeito Evandro Nery, extensivos à Comissão Organizadora, pelo maravilhoso Carnaval de Santos Dumont que, a cada ano, torna-se melhor e mais popular, fazendo a alegria do povão.

"Numa cidade conturbada pela ausência de ideias, se torna urgente a elaboração de ações voltadas, por exemplo, para a inclusão social. E o carnaval tem esse elemento, o de impulsionar a integração dos jovens nos bairros, com motes culturais e educativos, ou mesmo profissionalizantes; de certo, isso ajudaria a minimizar parte dos problemas da violência, muitas vezes originada pela falta de perspectiva dos que estão chegando na adolescência."- Parte do Editorial do Jornal Correio da Serra - Barbacena

O Carnaval 2010 acaba hoje. A partir de amanhã, comecemos a desenhar o Carnaval de 2011.

Talvez seja esse o caminho...

Um comentário:

  1. Curte Lulu Santos? Dá uma ouvida no som do Bleffe

    http://bit.ly/2wJdCC

    Se gostar, pode baixar, é DE GRAÇA!!!

    http://bit.ly/4LPNUD

    ResponderExcluir

Por favor leia antes de comentar:

1. Recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem.
2. Os comentários são todos moderados;
3. Escreva apenas o que for referente ao tema;
4. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
5. Comentários Anônimos serão deletados:
6. Comentário escrito caixa alta (todas as letras maiúsculas) serão deletados.

Obrigada por sua visita e volte sempre!