Seguidores

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Mente vazia

É direito de qualquer cidadão postular na Justiça aquilo que lhe incomoda, mas também é direito do cidadão expressar a sua crença e louvar a Deus. Este direito deve ser respeitado.

O sino da Igreja dos Passos não badala durante a madrugada e nem os cânticos de louvor da Igreja Metodista são cantados em horários impróprios.

Será que o morador de nossa cidade, que tenta impedir na Justiça o toque do sino da igreja católica e os cânticos de louvor da Igreja Metodista realmente consultou todas as residências vizinhas e todos concordaram com esta solicitação?

É triste ver nossa cidade virar motivo de chacota e mais triste ainda é observar que, a cada dia que passa, tudo está acabando por aqui, por ações de pessoas que desejam aparecer e não sabem respeitar os direitos das pessoas.

O cidadão que entrou com esta ação não tem conhecimento de uma lei que vigora no município desde 16/06/2009:

" Art. 3°- São permitidos, observados o disposto no artigo 1° desta Lei, os ruídos que provenham:

I - De sinos de Igrejas ou Templos e, bem assim, de instrumentos Litúrgicos utilizados no exercício de culto ou cerimônia religiosa, celebrados no recinto das respectivas sedes das Associações Religiosas, no período de 07:00h às 21:59 horas, exceto aos sábados e nas vésperas de feriados e de datas de expressão popular, quando o horário será livre
" - Lei nº 4.046

Será que isto é uma ação visando 2012? Vamos esperar para ver...

Ouvem-se sinos a tocar (ou não)... Sabe-se que está prestes a começar um tempo diferente de oração e adoração, de louvor e ação de graças, de reconciliação e de reflexão...

Estes pedaços de tempo fazem falta nas nossas vidas, para podermos parar um pouco. Não para deixar de viver, mas para viver melhor!

Já poucos aproveitam estes momentos (mas também nunca se saberá ao certo se serão poucos ou muitos).

O Senhor chama, chama, chama,... alguns ouvem, outros não. Alguns querem e outros não querem. Alguns são verdadeiros discípulos porque ouvem, meditam e vivem a Palavra e outros tentam fazer o mesmo.

Tocam os sinos (ou não) para chamar a ouvir e a meditar a Palavra. Uns confiam plenamente e vão. Outros preferem não ir. Os que vão escolhem Deus e os outros escolhem o quê?

Tocam os sinos (ou não) para que se ouça o seu doce badalar e a Palavra permaneça mais do que o seu soar... Mas será que depois do sino tocar (ou não) a Palavra fica?

Qual é o significado do toque do sino?
O uso de sinetas, Karatalos, sinos, etc., tem por finalidade afastar a mente das coisas grosseiras.

O toque do sino faz despertar no coração do devoto o amor por Deus, porque ele se lembra que se está reverenciando a Deus e que se está fechando as portas para o mundo material e grosseiro.

Na realidade, todas as pessoas estão carentes de Deus, e por isso elas anseiam por um sinal de que Deus está vivo e ativo. A campainha assinala esta vida pelo som. Tudo nos rituais védicos tem em vista o uso correto dos sentidos. Os cinco sentidos são gratificados pelos sons, pelos cheiros, pelas imagens de Deus, pelo tocar instrumentos ou bater palmas, e por comer a Prasada.

O toque do sino tem, também, por finalidade afastar as coisas ruins da mente, e atrair as coisas positivas.

Na realidade, os mestres e Escrituras afirmam que há um sino dentro de nosso altar interior, ele ressoa quando as portas de amor por Deus se abrem. Quem abre estas portas somos nós mesmos. Quando tocam os sinos no templo ressoa dentro de nós este som interior.

A toque de sinos
Nada mais bonito que ouvir sinos tocar. Já foi o tempo em que marcavam a vida da cidade ou da aldeia. Desde o toque para a escola até ao toque para a missa ou a rebate para fogo, o sino tem cadências diferentes, formas de se exprimir e de nos dizer o que quer ou que se passa...
Desde sempre que o ser humano soube transmitir, por si próprio ou através das artes (música, arte), os sentimentos que lhe afectam.
O sino, desde o século IV que vai sabendo tocar os sinais da vida cristã.


Os cânticos de louvor, quando feitos com o coração têm como objetivo principal agradar a Deus e não aos nossos ouvidos. O culto em grupo, com cânticos de louvor a Deus, tanto serve para adorar ao Senhor como contribui para o nosso crescimento espiritual.

A música é considerada como uma arte funcional, isto é, uma arte que tem uma finalidade prática e importante: servir de veículo de expressões humanas.

É usada para anunciar produtos (comércio), revelar emoções (romantismo, civismo, política, etc.) e outras ações de comunicação.

No culto, não se pode ignorar o poder da música na transmissão e consolidação de mensagens - revelação, louvor, testemunho, apelo, oração, etc. Consolida porque a música facilita a memorização das mensagens (exemplos: "jingles" de propaganda, hinos cívicos, enredo de escolas de samba (samba-enredo), hinos evangélicos, cânticos, cantigas de roda, etc.).


A música favorável ao culto é aquela que serve de veículo para a expressão do louvor do homem para Deus, seu criador, ou seja: "Se com tua boca confessares..." Se a boca é instrumento de confissão, de testemunho, de proclamação da Palavra, e se a música é um veículo próprio para conduzir tais mensagens, concluímos que o canto é um instrumento de adoração e testemunho.

Um comentário:

  1. Luis Fernando Berg23 de abril de 2011 20:56

    As tradições genuinamente mineiras persistem e sobrevivem ao fator tempo, ela é mais forte que qualquer outro fator..

    ResponderExcluir

Por favor leia antes de comentar:

1. Recomenda-se critérios nas postagens de comentários abaixo, uma vez que seu autor poderá ser responsabilizado judicialmente caso denigra a imagem de terceiros. O aviso serve, em especial, aos que utilizam ferramentas de postagens ocultas ou falsas, pois podem ser facilmente identificadas pelo rastreamento do IP da máquina de origem.
2. Os comentários são todos moderados;
3. Escreva apenas o que for referente ao tema;
4. Ofensas pessoais ou spam não serão aceitos;
5. Comentários Anônimos serão deletados:
6. Comentário escrito caixa alta (todas as letras maiúsculas) serão deletados.

Obrigada por sua visita e volte sempre!